DR.Baltasar Lopes Da Silva ” considerações “

Baltazar Lopes Da Silva foi um dos mais concentuados e figura da ilha de S.Nicolau e de cabo verde.Nasceu no dia 23 de abril de 1907 na zona rural do caleijão,na Ribeira Brava,ilha de S.Nicolau filho de agricultor , e morreu em 28 de Maio de 1989,em Lisboa ,onde se deslocara da ilha de S.Vicente, para o tratamento,acometido por doença celebral-vascular. Baltasar Lopes foi escritor,poeta,linguista , formado em letras e em direito foi um dos professores que marcaram a geração ,escrevia obras marcantes relatando sobre caboverdianos em S.Tomé e também sobre o criolo cabo verdiano é logico. Baltasar Lopes tinha outra faceta de amante a musica tocava alguns instrumentos de corda com principal destaque para o violino.

Quatro livros fizeram  dele o construtor-mor da cabo verdianidade,em 1947 lançou o romance “Chiquinho” o ensaio de dialecto crioulo de cabo verde (1957),a colectânea de poemas cântico de manha futura (1986)com nome de Osvaldo Alcântara e o conto de os trabalhos e os dias (1987).

Ficou marcado pelo romance Chiquinho a qual  se organiza-se em três partes distintas ” Infançia ” “S.Vicente” e ” As-águas” .

Na primeira parte narra a saudade sentida pela infançia passada em ambiente rural, a afectividade,entre o mundo familiar,as primeiras letras e escola de Caleijão e no liceu Seminario de vila Ribeira Brava S.Nicolau ,na segunda parte a cidade de Mindelo ilha de S.Vicente,tivemos o privilégio de assistirmos a passagem para o liceu,aos amigos de turtúlia ,ao primeiro amor,os sonhos. A terceira parte relata-nos ” As-Aguas” ,onde logo relata o problema de falta ,seca onde deu-se com a saida de Chiquinho ,de vapor ,o caminho da América do norte ,apos presenciar a tragédia da seca  e da morte a revolta da população .

Obra esse que todos os filhos Cabo verdianos devem ter um pouco da noção e interiorizar um pouco da criatividade,inteligencia e a vivencia da qual foi este intelectual homem da cultura .Baltazar Lopes da Silva.

M.R.A    Vila Ribeira Brava S,Nicolau

avatar

No comments yet.

Leave a Reply