Saúde em S. Nicolau

Em termos de infraestruturas físicas, os serviços de saúde em S. Nicolau dispõe de dois centros sendo um em Ribeira Brava equipado para dar, dentro das possibilidades, respostas ás necessidades da ilha e outro no Tarrafal. Dispõe ainda de três postos sanitários, sendo um em Juncalinho, um em Fajã e outro em Praia Branca. A fim de se poder dar resposta ás necessidades das populações encontram-se também, em localidades diferentes oito Unidades Sanitárias de Base assim distribuidos: Carriçal, Morro Brás, Preguiça, Estância de Brás , Queimadas, Covoada, Hortelã e Ribeira Prata.

No tocante a recursos humanos, a Delegacia de Saúde de Nicolau dispõe de uma equipa formada por três médicos, dos quais estão dois afectos ao centro de R.ª Brava e um ao do Tarrafal.Dispõe também de uma equipa de quinze enfermeiros distribuídos do seguinte modo: um em cada um dos três Postos Sanitários, seis em cada um dos dois Centros de Saúde ,estando um deles afecto aos serviços de Saúde Reprodutiva em cada um dos Centros.

Segundo as palavras de um dos médicos afecto ao centro de saúde da Rª Brava, tem uma avaliação positiva , sem sobressaltos de maior , ou seja ,sem grandes dificuldades. Fala de uma média diária de quinze pessoas por consulta médica, realçando maiores preocupações para com as doenças crónicas, nomeadamente a pressão arterial, a diabetes e as infecções, tanto respiratórias como sexualmente transmissíveis.

As doenças contagiosas são em número insignificativo, como é o caso da tuberculose que podemos considerar de casos esporádicos . No tocante ao VIH- Sida e outras infecções sexualmente transmissíveis, estes derivam do comportamento não adequado das pessoas.

Neste momento a Delegacia de Saúde de S. Nicolau em parceria com as Câmaras Municipais da Ribeira  Brava e do Tarrafal preparam um plano para dar combate ao vector de transmissão da Dengue e da Febre amarela procurando evitar, deste modo, possíveis epidemias na ilha, tendo em conta que estudos feitos revelam que S. Nicolau possui cerca de 40% das larvas do mosquito vector Aedes Aegypti e com capacidade para infectar uma população em número igual á população de cabo Verde.

No caso de possíveis evacuações para os hospitais centrais a Delegacia de Saúde da Rª Brava não dispõe de uma ambulância para a deslocação de doentes e nem tão pouco de um banco de sangue caso venha a precisar para uma transfusão sanguínea.

É, ainda,  de realçar que os centros de saúde enfrentam algumas dificuldades no tocante a : falta de um pequeno bloco cirúrgico para pequenas cirurgias, mais e melhores equipamentos para o laboratório e ainda um técnico com formação específica na área da imaginologia para efeitos de exames de Raio X.

Uma outra dificuldade que a ilha enfrenta é referente ao número de enfermeiros e médicos que considera- se insuficiente face ás necessidades da mesma e por último a evacuação para os hospitais centrais da Praia e S. Vicente serem difíceis devido a falta e ou irregulariades dos  transportes aéreo e marítimo .

Tags:

avatar

One Response to “Saúde em S. Nicolau”

  1. avatar
    Zaida
    22/04/2010 at 22:04 #

    Nos Ajs no ta tud de parabens. k no ta continua sempre assim pa no podè leva nos terra sempre pa frente.

Leave a Reply