Remessa

 

Remessas são valores recebidos ou enviados ao exterior. Os recursos chegam ao beneficiário na moeda do país em que vive.

As remessas podem ser destinadas a pessoas físicas ou jurídicas (empresas).

A maior parte das remessas vindas do exterior é utilizada para aumentar a renda da família do migrante e para o pagamento de compromissos. O dinheiro pode ainda ser destinado a investimentos, como aquisição da casa própria, poupança ou viabilização de um futuro empreendimento.

As remessas são quantidades de dinheiro enviadas por emigrantes a seus países de origem e representam uma soma considerável para os países em desenvolvimento. Em 2005, as remessas foram avaliadas em 167 biliões de dólares, o que as tornam a segunda fonte (em volume) de financiamento dos países em desenvolvimento em escala mundial, atrás somente dos investimentos directos do exterior. A ajuda pública repassada pelos países ricos aos países em desenvolvimento representa apenas a metade das somas transferidas pelos emigrantes. O montante referido acima de 167 biliões tem como base exclusivamente as estatísticas oficiais, tanto dos países remetentes quanto dos recipiendários, não tomando em conta que elevados valores são transferidos extra-oficialmente, em espécie, ou em ouro metálico.

As quantidades anuais de dinheiro são tão significativas que, em alguns países, superaram as exportações tradicionais como principal fonte de ingressos da economia nacional.

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Eleborado por : José Évora, William do Rosário,Madueno Andrade,  Massimo, LUca ,Paola e Elisio

avatar

No comments yet.

Leave a Reply