Aventura da emigração

A emigração em cabo verde é secular sendo facilitada pela grande circulação local de navios de longo curso. América recebeu desde o século XVI os primeiros emigrantes (Brasil, E.U.A, Argentina, etc) seguidos da Europa no século XIX. No século XX, passam a emigrar também para outras regiões da Europa concentrando-se em especial na Holanda, Itália,e França.

O fluxo emigratório continuou muito elevado até aos nossos dias,perdendo a Itália a sua importância que tinha nos anos 70. Calcula-se que existe comunidades cabo-verdianas espalhadas por 40 países.

A emigração como fenómeno permanente na historia do povo cabo-verdiano transformou num importante factor da mudança social e económica, não pela dimensão e pela continuidade dos fluxos mas, principalmente, pela forma especifica de articulação que estabeleceu entre o arquipélago e as economias do atlântico.

As principais causas foram : acentuação da decadência económica das ilhas e os conflitos sociais agudas associadas as crises da seca e a escassez das colheitas.

A emigração para EUA foi a mais importante e a que mais contribuiu para a constituição do fluxo permanente de transferência das remessas dos emigrantes para o arquipélago. Teve um impacto decisivo sobre a evolução da economia e da sociedade caboverdiana.

Foi com base nos rendimentos obtidos na emigração que muitos emigrantes retornados puderam adquirir parte das terras adquiridas dos grandes senhores que entraram em decadência. Entrevista feita a emigrantes (filhos e netos)dos velhos emigrantes afirmaram que até hoje beneficiam dos estatutos adquiridos desde longos tempos(casos dos EUA).

Ainda há que realçar outro tipo de  emigração denominada de emigração forçada para alguns países da África nomeadamente S.Tomé, Angola…que foi um recrutamento feito por força duma lei para prestar serviços nas roças. ( Dezembro de 1863).

Esse emigrantes não puderam enviar remessas para cabo  verde tendo em conta as condições de trabalho encontrada nesses países de acolhimento e devido ao sistema colonial da altura.

Ainda hoje muitos sofrem as consequências dessa emigração não podendo retornar a terra pelo que o governo actual esta procurando forma de subsidia-los enviando ajudas. Pensa-se que hoje em dia as possibilidades de emigrar são menos devido as dificuldades que o mundo enfrenta. Existe uma vontade enorme de parte da juventude em emigrar na esperança de encontrar melhores condições de vida mas ao mesmo tempo, medo de sair do país de origem para o encontro do desconhecido mundo ilusório.

Para outros a emigração ficaria para segundo plano se tivesse possibilidade de fazer um curso superior e pudessem integrar no mercado de trabalho onde pudessem usufruir de um salário compatível.

Cidade de Ribeira Grande aos 16 Julho de 2012

Fontes:site emigração em cabo verde , Entrevistas, Opiniões pessoais

Autores: Mariana, Silvério, Lavinia, Vicência

Tags: , ,

avatar

3 Responses to “Aventura da emigração”

  1. avatar
    19/07/2012 at 13:10 #

    É um trabalho que fornece algumas informações básicas e relevantes sobre a emigração Cabo-Verdiana. Podemos constatar que existiu dois tipos de emigração: a forçada e a livre. Sendo a maior proporção a livre. Antigamente a pobreza era o factor chave da emigração, onde as pessoas sentiam necessidade de sair a procura de melhores condições de vida, deixando para trás as suas famílias.
    Hoje em dia as pessoas não têm a mesma ilusão de emigração como era no passado, visto que antes Cabo Verde era um país colonizado e com a Independência foi desenvolvendo pouco a pouco, logo as condições de vida dos Cabo-Verdianos melhoraram com as oportunidades internas existentes.

    Autores: Fatinha, Tuds e Joanny

  2. avatar
    lucia, benvinda
    19/07/2012 at 13:23 #

    Bom trabalho, porque está a retratar a história da emigração, falando das dificuldades enfrentadas,dos obstáculos ultrapassados e a vontade de voltar a sua terra natal. Relata um pouco da emigração actual tendo em conta que realmente a taxa de emigração diminuírem consideravelmente.

  3. avatar
    madueno
    20/07/2012 at 00:13 #

    belo Post parabéns ao grupo

Leave a Reply