Projeto

| Italiano | English|

O projeto contido neste site tem uma história de três anos. Desde 2009 Lunaria, OMCVI, Binário Etico e AJS têm trabalhado para construir um Centro de Mídia na ilha de São Nicolau, organizando cursos gratuitos de formação sobre tecnologia da informação, sobre a utilização ativa de Internete e intercâmbio de jovens, tanto na Itália como no Cabo Verde.

O objetivo principal do projeto é conectar jovens cabo-verdianos morando na Itália com os seus pares no arquipélago, a fim de facilitar o intercâmbio de idéias e iniciativas para o desenvolvimento sustentável e participativo.

Em Roma, graças à rede social OMCVI, um grupo de jovens se formou e se encarregou da redação do site e organiza eventos e iniciativas. Em Cabo Verde os jovens da associação AJS continuam usando o site para informar o Mundo Kriol sobre o que acontece no arquipélago.

Nos primeiros dois anos o projeto foi apoiado pelo PNUD e Comissão Europeia, em 2012 podemos contar com a contribuição do Otto per mil da Igreja Valdense.

Nosso sonho é que o Mundo Kriol se torne uma ferramenta de comunicação para os jovens da diáspora não só na Itália, e que o acesso à tecnologia da informação seja aberto e garantido a todos os jovens de Cabo Verde.

Temos o projeto de construir um novo centro de Internet na ilha de Santo Antão, um centro de serviço voltado ao emprego e formação profissional, dirigido pela OMCV, graças ao apoio técnico da cooperativa de Binario Ético. Estamos organizando a implantação de laboratórios em outras cidades onde existem filhos de imigrantes cabo-verdianos, de Nápoles até Lisboa.

A redação deste site, portanto, representa o compromisso de muitos jovens e das suas respectivas associações, e que desejam se confrontar sobre diferentes temas, valorizando as idéias, os sonhos e as aspirações de uma geração, que muitas vezes se encontra num mundo global sem ferramentas e sem espaço para ser realmente global.

 

Projeto 2009-2011
O projeto, elaborado na Área Temática Comunidades Migrantes, no âmbito da “Iniciativa Conjunta Migração para o Desenvolvimento“, gerido pelo UNDP  em parceria com a Comissão Europeia, visa promover o acesso às tecnologias de TIC baseado em software livre e equipamentos de trash-ware em Cabo Verde, ilha de São Nicolau, com o objectivo de reforço da inclusão social, a comunicação entre a comunidade local e migrantes e promover o empreendedorismo local.

A difusão das TIC em Cabo Verde é limitada a 8,7% do total da população por causa da dispersão geográfica e altos custos. Os países em desenvolvimento normalmente depende do sistema de comunicação tradicionais (TV, rádio) que não permite que as comunidades locais tenham acesso à produção de informação e elaboração.

Um acesso com poderes para TIC, através de software livre e equipamentos de baixo custo, como è demonstrado por diversas experiências internacionais (Ex.: UNESCO Centros Comunitários de Multimídia, Telecentro IDRC-PNUD), vai permitir a comunidade caboverdiana de ser protagonista e promotor de uma comunidade de informação baseado, capaz de desenvolver a participação da raiz de grama e de reforçar a coesão social, a educação não formal e não formal, o conhecimento lingüístico e de comunicação com os migrantes na Europa.

Através da criação de um Centro Multimédia na ilha de São Nicolau, o projeto vai oferecer 10 cargos de PC, 1 posição streaming de rádio e 1 de vídeo que taz o equipamento para a comunidade local. O Centro Multimédia será gerido pelo local Associação Jovens Solidários (AJS). Além disso, a parceria irá proporcionar uma formação técnica específica dirigida aos agentes locais e organizado pela Binario Ético, a fim de criar um grupo de especialistas capazes de gerir o Centro, qualquer eventual problema técnico e também oferecer apoio técnico para a instalação de semelhante serviços em outras ilhas de Cabo Verde, promovendo o empreendedorismo local.

Ao mesmo tempo, graças ao envolvimento da comunidade de Cabo Verde migrantes em Itália (Associazione Donne Capoverdiane in Italia – OMCVI), o projeto prevê 2 cursos de formação sobre a utilização das TIC e ferramentas de comunicação participativa (web 2.0, vídeo, rádio web, etc ), gerido pelo Lunaria e diregiu a 2 grupos diferentes: um grupo de jovens na Itália, composto por imigrantes caboverdiano, um grupo de jovens em Cabo Verde, composto por jovens locais. Os 2 grupos irão aprender noções básicas de software livre e recuperação de equipamentos de segunda mão computador. Eles terão a oportunidade de experimentar as suas novas competências, realização de informações curtas e projetos de comunicação sobre a juventude da vida social em Cabo Verde diáspora e no país de origem.

Um esforço especial será dedicado à segunda e terceira gerações que vivem na Itália. Ele irá criar sinergias positivas para refletir sobre questões de migração e desenvolvimento, hospedagem e países de origem, envolvendo também outras partes interessadas, as instituições locais e decisores políticos. Os dois grupos que participam dos cursos de formação serão envolvidos em 2 intercâmbios bilaterais, um em Cabo Verde e um em Roma, a fim de reforçar a sua cooperação futura no centro de actividades multimédia e “descobrir” as condições de vida no país de origem e de acolhimento ,envolvendo outras pessoas com interesse, intituiçao local e responsaveis politicos.

O futuro do projeto será garantir a sustentabilidade econômica do Centro Multimédia, enquanto a sua divulgação será assegurada por um Web site administrado por caboverdiano jovens de Cabo Verde e na Itália.